sábado, 7 de julho de 2007

Girafas

- Paiê!
- Ãhn.
- Paiê! Quê que é aquilo?
- É uma girafa.
- Por que?
- Como assim "por que"?
- Por que aquilo é uma girafa?
- Bom... sei lá por que. Alguém decidiu que era girafa e pronto.
- Quem?
- Hummm... Deus.
- Deus trabalha no zoológico, pai?
- Não.
- Então ele é o dono?
- Algo por aí.
- Ele é o sócio?
- Não! Olha só, Deus não é o dono do zoológico, nem sócio, mas foi ele quem fez a girafa, você e eu.
- Então por que você e eu não somos girafas?
- E pra que você queria ser uma girafa, garoto? Dê-se por satisfeito de não ser um macaco!
- E por que eu não sou um macaco?
- Porque você evoluiu, só isso!!!
- O que é "evoluiu"?
- Ai, que saco... Quer dizer que você não tem rabo, anda em pé, sabe falar e come alimentos cozidos!!! E mais, o polegar do seu pé virou o dedão, mas na mão continuou sendo polegar!!! Por isso você consegue ficar ereto, correr pra fazer as coisas que tem que fazer, usar ferramentas, usar computador, usar celular, estudar coisas que outros evoluídos inventaram, arranjar um emprego que pague bem, ter dinheiro pra comprar coisas, arranjar uma mulher, construir uma família, sustentar essa família e assistir televisão!!! ENTENDEU AGORA?!?!
- Mas pai...
- O QUÊ É?!?!?!
- Isso é bom?
- ...

O pai olha para o filho por um tempo, agora já com ternura no lugar da impaciência. Pega o menino pela mão. Calmamente, aproximam-se da grade das girafas. Ele pensa um pouco, lábios cerrados. Eles observam os animais comerem as folhas das árvores, placidamente. O menino olha para o alto, fitando o rosto do pai, esperando, pisca os olhos duas vezes, com expressividade, como só uma criança faz. Ainda olhando para as girafas, o homem franze a testa em dúvida, aproxima seu filho puxando-o levemente pelo ombrinho com sua mão imensa de adulto.

- É, meu filho... Por que Deus não nos fez girafas?

10 comentários:

Anônimo disse...

Ignorance is a blessing... é o que dizem… no entanto se não somos girafas é porque definitivamente não éramos pra ser. Além do mais se fossemos girafas certamente nem você teria escrito uma historia tão intensa e profunda e nem eu poderia apreciá-la, então só por hoje fico feliz em não ser uma girafa e torço para que você amanhã escreva outra das suas historias, que eu adoro, justamente por não ser uma girafa!!!

Beijos
Eu

Raxellllllll disse...

Eu sempre amei girafas!!!!

Vanessa disse...

Belo texto!!!

XX

João Paulo disse...

antes de mais nada, meu caro, parabéns pelo seu texto. Foi realmente incrível. Bela obra de arte. às vezes não sei quem está numa jaula... nós ou eles... quem sabe...

mario elva disse...

Girafas são estúpidas,mas nós somos mais.

Lanzetti disse...

Boa, Marcos!

Nós temos uma grande vantagem: nós somos, a girafa só existe.

Abração (e não abandone os leitores de blog),
Lanzetti

Giselle disse...

Gostei do que o Lanzetti disse.. assino embaixo.

mario elva disse...

Quem disse que as girafas não são? Girafas não são tão estúpidas quanto gente.

Karina disse...

Tudo bem... sejamos evoluídos, mas tão evoluídos tão evoluídos que possamos desfrutar propositalmente bel-prazeres quase rudimentares: puxar os fiapinhos da banana, boiar num mar manso, erguer o rosto aos céus numa noite estrelada, estatelar-se com uma estrela cadente... Só vale ser homem se pudermos também ser bicho!

Marcos AM Ramos disse...

Assino embaixo. Uma animalização nos pontos certos é uma benção!!!